Eduardo Pazuello é transferido para a Secretaria-Geral do Exército no governo Bolsonaro

Ex-ministro será responsável por administrar a assessoria do comandante do Exército

Por: Leonardo Fernandes | 23 abril - 10:01

O ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, foi realocado dentro do governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para a Secretaria-Geral do Exército. O novo cargo de Pazuello foi anunciado nesta sexta-feira (23) no Diário Oficial da União, e o general voltará para Brasília.

“O presidente da República, no uso da atribuição que lhe confere o art. 84, inciso XIII, da Constituição, e tendo em vista o disposto no art. 21, § 3º, do Regulamento aprovado pelo Decreto nº 2.040, de 21 de outubro de 1996, resolve passar, por necessidade do serviço, o General de Divisão Intendente Eduardo Pazuello, do Comando do Exército, à situação de adido à Secretaria-Geral do Exército”, diz o documento.

Ex-ministro da Saúde, Pazuello deve assumir cargo no Palácio do Planalto

Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

Agora, Pazuello será responsável por preparar reuniões do Alto Comando do Exército brasileiro, conduzir processos de concessão de medalhas e administrar a assessoria do comandante do Exército.

O general foi retirado do cargo da Saúde em março, após uma gestão demarcada pela crise no sistema de saúde do Brasil durante o pior mês da pandemia já registrado nacionalmente. O atraso na compra de vacinas também é atribuído ao ex-ministro.

O Supremo Tribunal Federal autorizou investigação sobre a atuação de Pazuello na crise da covid-19 no estado do Amazonas, após abertura de inquérito.

Leia mais notícias:

Veja a lista de nomes que serão investigados pela CPI da Pandemia; Guedes, Pazuello e Araújo estão entre eles

Ministério da Saúde orienta vacinação contra covid-19 de pessoas com comorbidade de acordo com idade

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você