Doria nega que filho tenha feito festa e causado aglomeração

O governador abriu uma queixa-crime na polícia contra os responsáveis

Por: Alefy Soares | 07 março - 13:36

O governador de São Paulo, João Doria, fez uma queixa-crime na polícia contra os responsáveis por um vídeo gravado da casa de uma vizinha que mora em frente à residência do governador.

No vídeo em questão, uma voz feminina filma uma aglomeração de pessoas e diz que, no meio, está o filho do governador.

Em resposta, João Doria publicou: 

 

No vídeo está registrado música alta na casa onde a vizinha disse morar o filho mais velho do tucano, João Doria Neto (conhecido como Jhonny), no Jardim Europa, bairro nobre na zona sul da capital paulista.

“Filho do Doria fazendo festa. Está lotado aí dentro. Festa com som. Ali é a casa do Doria e aqui é o filho. As polícias todas lá para proteger ele e aqui o filho dando festa em plena pandemia. Muito bem.”, narra a vizinha no vídeo gravado na noite de sexta-feira, 5.

Segundo a assessoria do governo, a casa é alugada e Jhonny não é o morador. “A casa não é do filho do governador João Doria. Havia 3 pessoas cantando karaokê no momento. Ao serem abordadas diminuíram o som para não incomodar a vizinha”.

Ainda de acordo com a assessoria, o Governador foi pessoalmente pedir para que as moradoras da casa diminuíssem o som. “A vizinha e mais duas mulheres, que cantavam karaokê, prontamente atenderam ao pedido do governador”, informou o governo.

Doria alega que “não houve portanto festa, música ao vivo e muito menos a prática de aglomeração na residência” e que seu filho não mora no local e nem estava em São Paulo na data.

O Governador do Estado de São Paulo entra com queixa-crime contra vizinha que fez acusação.

LEIA TAMBÉM:

Cidade de São Paulo tem 80% dos leitos de UTI ocupados

Governo de São Paulo começa fase vermelha no estado

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você