Deputados propõem abertura de CPI para investigar atuação de Salles no Meio Ambiente

Pedido de parlamentares é realizado um dia após STF encaminhar denúncias contra Salles à PGR

Por: Murilo Amaral Feijó | 28 abril - 21:25

Nesta quarta-feira (28), deputados da oposição protocolaram um pedido de abertura de CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para investigar a atuação de Ricardo Salles no Ministério do Meio Ambiente.

Atualmente, duas notícias-crime já foram encaminhadas ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra Salles, ambas apontam uma suposta intervenção do ministro para atrapalhar a maior apreensão de madeira no Brasil. Ontem (27), a ministra Cármen Lúcia do STF enviou as denúncias à Procuradoria-Geral da República.

Sessão plenária da Câmara dos Deputados

Sessão plenária da Câmara dos Deputados; Foto: Agência Brasil/Divulgação

Os deputados propõem que a CPI seja apurada em cinco frentes: as denúncias que acusam Salles de ter favorecido madeireiros e atrapalhado investigação da PF, um suposto encontro com garimpeiros que teria incentivado a suspensão de uma operação contra o garimpo ilegal, suposto ato de improbidade administrativa e a omissão no caso dos incêndios no Pantanal, em 2020.

Para a abertura efetiva da Comissão, são necessárias assinaturas de 171 deputados federais. Os parlamentares responsáveis pelo requerimento pretendem encaminhar o pedido ao STF, para garantir que o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), instaure a CPI.

No documento, os deputados apontam que “a condução da política ambiental do governo Bolsonaro pelo Ministro Salles transformou o Brasil de protagonista ambiental no plano internacional em pária global, sendo denunciado em todas as partes por ter aberto a porteira para o crime ambiental”.

Ainda segundo o documento: “O país está passando por constrangimentos nunca imaginados, como, por exemplo, frente a recente carta enviada ao presidente Joe Biden por senadores do Partido Democrata dos Estados Unidos com o alerta sobre os efeitos nefastos da política ambiental do governo brasileiro”.

O pedido de abertura da CPI foi assinado pelos deputados Marcelo Freixo (PSOL-RJ), líder da minoria na Câmara dos Deputados; Alessandro Molon (PSB-RJ), líder da oposição; Paulo Teixeira (PT-SP), vice-líder da oposição; e Talíria Petrone, líder do PSOL na Casa. Além disso, líderes dos partidos Rede, PSB, PV e PCdoB também assinaram o documento.

*Com informações da Folha de S. Paulo e CartaCapital

LEIA MAIS NOTÍCIAS

Depoimento de Boulos sobre tweets criticando Bolsonaro é desmarcado; PF afirma não ter sala disponível

Embaixador chinês conversa com Itamaraty sobre fala de Guedes e reforça necessidade de “confiança política mútua”

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você