CPI da Covid recebe pedido de convocação de Dráuzio Varella e João Doria

"[Eles] certamente contribuirão para que os integrantes desta Comissão possam avaliar os fatos com a profundidade que merecem."

Por: Larissa Placca | 28 abril - 21:16

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid foi instalada na última terça-feira (27) e, em 24 horas, já acumula 220 pedidos de requerimentos para depoimentos e convites para esclarecimento de fatos de ministros, ex-ministros e auxiliares do governo de Jair Bolsonaro.

Um dos convites é direcionado ao colunista do jornal ‘Folha de S. Paulo’, apresentador na TV Globo e médico oncologista Dráuzio Varella. O autor do requerimento foi o senador Humberto Costa (PT-PE).

Médico oncologista Dráuzio Varella

Médico oncologista Dráuzio Varella; Foto: Reprodução/YouTube

O nome de Dráuzio Varella, aparece junto a outros médicos, infectologistas e estudiosos com ação reconhecida durante a pandemia, como: a pesquisadora Natália Pasternak, do Instituo Questão de Ciência, aparece no mesmo pedido, junto ao primeiro presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Gonzalo Vecina Neto, o ex-ministro da Saúde José Gomes Temporão e a pesquisadora da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Margareth Dálcomo.

Esses profissionais são publicamente contrários à maneira como a pandemia vem sendo tratada pelo governo.

“Alguns, por serem representantes de gestores de saúde, inclusive, ex-ministro da Saúde, e, outros, por serem médicos, biólogos, acadêmicos e/ou cientistas de grande respeitabilidade nacional e internacional, certamente contribuirão para que os integrantes desta Comissão possam avaliar os fatos com a profundidade que merecem.”, disse Humberto.

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) apresentou nesta quarta-feira (28) um pedido para que João Doria (PSDB), governador do estado de São Paulo, compareça à CPI para prestar depoimento. O governador tem criticado e questionado as ações do Governo.

Marcos Rogério afirma que o objetivo é analisar o colapso de insumos para o combate à covid no estado do Amazonas, assim como no enfrentamento da pandemia pelo governo federal – para isso, o governador paulista teria muito a colaborar.

“Diante deste contexto, pensamos que a convocação supracitada será de importância singular para que exponha sua atuação e seus conhecimentos sobre os fatos acima relacionados, o que, por si só, justifica a convocação para essa CPI”, escreveu Marcos Rogério.

Até o momento da publicação desta reportagem, havia pedidos para convocação na CPI de: o ex-assessor do ministro Eduardo Pazuello, Markinhos Show; o próprio general Pazuello é alvo de 12 pedidos; Nelson Teich, de cinco. Luiz Henrique Mandetta, que deve prestar depoimento na próxima terça-feira (4), já tem seis pedidos em seu nome.

LEIA MAIS NOTÍCIAS

Ex-ministros da Educação assinam manifesto alertando que Inep está “em perigo”

Polícia Civil aguarda perícia de celulares para concluir inquérito do caso Henry Borel

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo: