CPI da Covid propõe ouvir ex-ministro Luiz Henrique Mandetta na próxima terça-feira (4)

A lista do relator Renan Calheiros propõe ouvir ministros da Saúde por ordem cronológica de gestão

Por: Marina Ponchio Gomes Ferreira | 27 abril - 15:55

O relator da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Covid, Renan Calheiros (MDB-AL), apresentou um plano de trabalho da investigação, que pretende começar os trabalhos na terça-feira (4) com a convocação do ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta (DEM-MS), para prestar esclarecimentos sobre a atuação do governo no enfrentamento à pandemia de coronavírus. 

Na lista de requerimento apresentada pelo parlamentar, uma das propostas é convocar também o atual ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, e os ex-ministros Nelson Teich e Eduardo Pazuello. 

Os antigos gestores da pasta, serão chamados para prestar os depoimentos na condição de testemunhas, não de investigados. Mandetta será o primeiro ouvido pela Comissão, pois o requerimento propor as oitavas ocorram em ordem cronológica do início da pandemia até o momento atual. 

Até agora não foram decididas as datas dos outros depoimentos, que seguiram a ordem de gestão durante a pandemia – Henrique Mandetta, Nelson Teich, Eduardo Pazuello e Marcelo Queiroga. Os colegiados estão estudando se será permitido a prestação de depoimento de forma remota. 

Início dos trabalhos 

Em negociação prévias, senadores que fazem parte da CPI querem iniciar os trabalhos apurando o processo de aquisição de vacinas contra a covid-19. Estão na mira, principalmente, as negociações com a farmacêutica Pfizer, que em agosto do ano passado ofereceu ao governo 70 milhões de doses do imunizante com previsão de entrega ainda em dezembro de 2020. A oferta, entretanto, foi recusada.

Em outra frente, estão avaliando se houve a adoção de medidas preventivas, como o distanciamento social e uso de máscaras, e também para apurar a compra e divulgação de modelo de tratamento sem eficácia comprovada contra o coronavírus, como a cloroquina.

LEIA MAIS

Flávio Bolsonaro diz que Pacheco foi ‘ingrato’ por instalar CPI e não impedir Renan Calheiros de relatar

nan Calheiros ironiza lista com 23 acusações possíveis do governo para preparar defesa na CPI da Covid

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você