Covas publica programa de metas prometendo 90 km de faixas de ônibus e 49 mil moradias sociais

O programa de metas é previsto na lei orgânica paulistana desde 2008

Por: Bianca Antunes | 09 abril - 17:15

A gestão de Bruno Covas (PSDB) publicou o programa de metas do seu mandato até 2024. O plano tem 75 propostas para a cidade de São Paulo, que ainda precisam passar por audiências públicas.

O programa de metas é previsto na lei orgânica paulistana desde 2008. Nele, o prefeito eleito formaliza suas promessas e propõe novas ações para realizar até o fim da gestão. A prefeitura reservou R$ 30 bilhões para cumprir as promessas de Covas.

Bruno Covas em pronunciamento

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

Apesar do planejamento, não significa que as metas serão cumpridas. Em um balanço publicado pela Folha de S. Paulo foi visto que no mandato passado Covas cumpriu apenas 29 das 71 metas definidas, 41% do total.

A prefeitura, sob sua gestão, também tirou do ar o portal em que a população podia acompanhar o andamento das metas propostas no plano.

Programa de metas de Bruno Covas

Mobilidade urbana

No plano apresentado, Covas promete cinco novos corredores de ônibus, com 40 km no total, e 50 km de faixas exclusivas de ônibus. Outra promessa para o mobilidade urbana é implantar o BRT (Bus Rapid Transit) na zona leste da cidade, equipar a frota da cidade com ar-condicionado, internet sem-fio e USB, além de construir quatro novos terminais.

Ainda há a promessa de reduzir o índice de mortes no trânsito de 6 por 100 mil habitantes para 4,5 e fazer manutenção de 1,5 milhão de m² de calçadas e 300 quilômetros de estruturas cicloviárias.

Habitação

Em habitação, Covas quer prover 49 mil moradias de interesse social, beneficiar 220 mil famílias com de regularização fundiária, beneficiar 27 mil famílias com urbanização em assentamentos precários e licenciar 300 mil moradias populares. Não foi detalhado como isso acontecerá.

Saúde

Na área da saúde, a prefeitura promete implantar 30 novas unidades de saúde, reformar 100 e reequipar 80; implantar prontuário eletrônico em toda a rede; contratar 40 novas equipes de saúde da família; cumprir a meta de cobertura vacinal para crianças e adolescentes e criar centros de referência da saúde bucal e de atendimento a pacientes com dores crônicas.

Educação

Para a educação, a gestão propõe a criação de 50 mil vagas em creches, implementação de 12 novos CEUs, inaugurar 45 novas unidades escolares, reformar 1.915 delas e alfabetizar crianças da rede municipal até o fim do segundo ano do ensino fundamental.

Segurança

Covas ainda prometeu contratar mil agentes da Guarda Civil Metropolitana e integrar 20 mil câmeras de vigilância ao sistema da cidade.

Sustentabilidade

Por fim, a prefeitura quer implantar oito novos parques municipais, duas unidades de conservação, plantar 180 mil novas árvores, reduzir em 15% o total de carga orgânica lançada no reservatório Guarapiranga e reduzir em 600 mil toneladas os resíduos enviados a aterros.

LEIA TAMBÉM:

Autores da denúncia pedem condenação de Witzel por crime de responsabilidade

Desmatamento da Amazônia bate recorde em março; número é o maior dos últimos seis anos

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:


Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você