Comissão da Câmara convoca Braga Netto para explicar vagas de UTI em hospitais militares

Convocação acontece duas semanas depois do presidente da Câmara derrubar um pedido semelhante

Por: Maria de Toledo Leite | 28 abril - 17:28

Nesta quarta-feira (28), a Comissão de Fiscalização, Financeira e Controle da Câmara (CFFC) aprovou a convocação do ministro da Defesa, Walter Braga Netto, para que ele explique sobre a existência de leitos de UTI vazios em hospitais das Forças Armadas, enquanto era registrado colapso hospitalar em várias partes do país devido ao avanço da pandemia.

O ministro é obrigado a participar, já que se trata de uma convocação, não um convite. No entanto, não se sabe a data exata para que isso aconteça. A convocação foi aprovada duas semanas depois do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), derrubar um pedido semelhante, da mesma comissão.

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

Ao derrubar o outro requerimento, Lira atendia a um pedido do líder do governo, Ricardo Barros, que afirmou que Braga Netto ainda não havia tomado posse do Ministério da Defesa.

Nesta quarta-feira, membros do governo aliados do presidente Jair Bolsonaro tentaram retirae a convocação do ministro, mas o pedido foi rejeitado pelos membros da comissão. “‘A esquerda está usando essa comissão para atacar o governo Bolsonaro”, disse Alê Silva (PSL-MG), que estava presente no plenário, sem máscara.

O deputado delegado Pablo (PSL-AM), também aliado do governo, tentou converter o requerimento em convite e disse que “a convocação é um ato demasiadamente excessivo.”

Porém, o presidente da comissão disse que a convocação do ministro foi feita “para corrigir um erro”, se referindo à anulação do pedido anterior. O requerimento para a convocação foi feito pelo deputado Kim Kataguiri (DEM-SP) e cita reportagens que indicam que hospitais militares têm leitos de UTI vazios.

A compra de produtos como picanha, cerveja, bacalhau, carvão e filé de salmão para as Forças Armadas, em 2020, também será tratada durante a convocação de Braga Netto. O tema estava requerimento derrubado por Lira.

LEIA MAIS NOTÍCIAS:

Bolsonaro volta a citar possível uso do Exército contra medidas de restrição da Covid-19: “Forças Armadas podem ir para rua”

Em 24 horas, CPI da Covid soma mais de 170 pedidos de informação e convocação

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo: