Bolsonaro volta a dizer que não adianta ficar em casa

“O Brasil tem que voltar a trabalhar", disse o presidente

Por: Bianca Antunes | 31 março - 15:32

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a criticar o isolamento social. Sem máscara, ele afirmou mais uma vez que não adianta ficar em casa, contrariando o novo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, e todas as recomendações sanitárias.

Ao anunciar o calendário da nova rodada do auxílio emergencial, o presidente decidiu fazer um pronunciamento sobre o vírus e o desemprego, dizendo que “não é ficando em casa que vamos solucionar este problema”.

o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em pronunciamento

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em pronunciamento; Foto: Agência Brasil/Divulgação

Minutos antes da afirmação de Bolsonaro, Queiroga havia discursado em favor do uso de máscaras e distanciamento social durante o feriado de Páscoa, desincentivando as aglomerações.

Bolsonaro ainda fez uma nova crítica a prefeitos e governadores que adotam medidas mais restritivas. “O apelo que a gente faz aqui é que esta política de lockdown seja revista. Isso cabe, na ponta da linha, aos governadores e aos prefeitos. Porque só assim podemos voltar à normalidade”, concluiu o presidente.

LEIA MAIS:

Oxford/AstraZeneca: Grécia ordena autópsia de mulher que morreu após tomar a vacina

Polícia Federal apreende em Goiás mala com mais de R$ 800 mil durante operação contra fraudes no auxílio emergencial

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você