Bolsonaro realiza reforma ministerial, alterando o comando de seis pastas

O governo, atualmente, conta com 22 ministérios

Por: Murilo Amaral Feijó | 29 março - 19:51

Nesta segunda-feira (29), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) realizou uma reforma ministerial, alterando o comando de seis ministérios.

As pastas afetadas pela reforma foram Casa Civil, Ministério da Justiça e Segurança Pública, Ministério da Defesa, Ministério das Relações Exteriores, Secretaria de Governo e Advocacia-Geral da União (AGU).

Esplanada dos Ministérios

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Com a reforma oficializada pelo presidente, saíram os ministros Ernesto Araújo do Ministério das Relações Exteriores; Fernando Azevedo e Silva do Ministério da Defesa; e José Levi da Advocacia-Geral da União.

O general Ramos, general Braga Netto e André Mendonça foram  transferidos para um novo posto ministerial.

Entraram no governo três novos ministros: a deputada federal Flávia Arruda (PL-DF), o delegado da Polícia Federal Anderson Torres, e o embaixador Carlos Alberto Franco França.

O presidente Bolsonaro anunciou as mudanças também em suas redes sociais.

– Alteramos a titularidade de seis ministérios nesta segunda-feira (29). As seguintes nomeações serão publicadas no…

Publicado por Jair Messias Bolsonaro em Segunda-feira, 29 de março de 2021

Confira as alterações dos cargos e os novos nomes:

  • Casa Civil da Presidência da República: sai general Braga Netto, entra general Luiz Eduardo Ramos
  • Ministério da Justiça e Segurança Púbica: sai André Mendonça, entra Anderson Torres;
  • Ministério da Defesa: sai Fernando Azevedo, entra general Braga Netto;
  • Ministério das Relações Exteriores: sai Ernesto Araújo, entra Carlos Alberto Franco França;
  • Secretaria de Governo da Presidência da República: sai general Luiz Eduardo Ramos, entra Flávia Arruda;
  • Advocacia-Geral da União: sai José Levi, entra André Mendonça.

LEIA MAIS NOTÍCIAS

Saiba quais são os Órgãos Públicos brasileiros e entenda suas funções

Doria se muda para Palácio dos Bandeirantes após sofrer ameaças

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você