Bolsonaro diz que o trabalho de Pazuello em Manaus, durante crise de oxigênio, “foi muito bem feito”

"Lamentamos a crise que teve lá, mortes, a coisa que chocou a todos nós, mas, infelizmente, foi uma coisa que ninguém esperava", disse.

Por: Larissa Placca | 22 abril - 22:33

Nesta quinta-feira (22), durante transmissão ao vivo, semanal, em suas redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), defendeu do ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello.

Bolsonaro disse que o trabalho do seu ex-ministro “foi muito bem feito” em Manaus (AM). O presidente se referiu ao momento no qual o sistema de saúde entrou em colapso. (Veja mais abaixo).

Eduardo Pazuello tomando posse como ministro da Saúde, no dia 16/09/2020

Eduardo Pazuello tomando posse como ministro da Saúde, no dia 16/09/2020; Foto: Agência Brasil/Divulgação

Durante o período, entre dezembro de 2020 e janeiro de 2021, houve desabastecimento no fornecimento de oxigênio para pacientes com covid-19 e o aumento de casos e mortes em decorrência da doença, na segunda onda da pandemia no estado do Amazonas.

MPF acusa Pazuello de improbidade administrativa por omissão da falta de oxigênio no Amazonas

Pazuello deve receber, nesta sexta-feira (23), o título de cidadão manauara, na capital do Amazonas.

“É sinal que o nosso trabalho em Manaus, o meu trabalho, e o do Pazuello como ministro da Saúde, foi muito bem feito naquela região. Lamentamos a crise que teve lá, mortes, a coisa que chocou a todos nós, mas, infelizmente, foi uma coisa que ninguém esperava”, disse.

A homenagem foi proposta pelo deputado estadual Delegado Péricles (PSL) e aprovada pela maioria da Assembleia Legislativa do Amazonas.

Substituído pelo médico Marcelo Queiroga no ministério, Pazuello é um dos nomes que serão investigados da CPI. Veja a lista de nomes que serão investigados pela CPI da Pandemia; Guedes, Pazuello e Araújo estão entre eles.

O presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), decidiu, na semana passada (13), a instalação a CPI da Covid, que investiga ao combate à pandemia no âmbito do governo federal.

Pacheco atendeu a uma ordem do Supremo Tribunal Federal (STF) que, através do pedido enviado pelos senadores Alessandro Vieira (Cidadania-SE) e Jorge Kajuru (Cidadania-GO), obrigou Pacheco a instaurar a comissão.

LEIA MAIS NOTÍCIAS

Mulheres ficam imunizadas por mais tempo depois de infectadas com a covid-19, diz estudo francês

Discurso de Bolsonaro na Cúpula do Clima gera comentários de parlamentares que apontam mudança na postura do presidente

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:


Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você