Bolsonaro diz que exército vai agir conforme a Constituição

Presidente participou da cerimônia de posse do general Tomás Miguel no Comando Militar do Sudeste

Por: Marina Ponchio Gomes Ferreira | 15 abril - 14:27

Nesta quinta-feira (15) o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) participou em São Paulo, da cerimônia de posse do general do Exército Tomás Miguel Miné Ribeira Paiva no Comando Militar da região Sudeste.

Quem ocupava o cargo anteriormente era o general Eduardo Antonio Fernandes, que foi exonerado por Bolsonaro

Pacheco diz que “reformas ministeriais são comuns” e “enxerga com naturalidade” troca no comando das Forças Armadas

Presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em coletiva de imprensa;

Presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em coletiva de imprensa; Foto: Agência Brasil/Divulgação

Em seu discurso, o presidente afirmou que o Brasil tem como vocação “a liberdade acima de tudo”.“Esse povo tem a certeza de que suas forças armadas, sempre dentro das quatro linhas da Constituição, não medirão esforços para nos garantir o oxigênio  da vida que é nossa liberdade”, disse Bolsonaro.

O presidente também cumprimentou seu aliado político e também novo comandante, Paulo Skaf, presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), que assistia a cerimônia na plateia. De acordo com Bolsonaro, Skaf foi fundamental no apoio à criação da Escola Militar em São Paulo.

O comandante do exército, Leal Pujol, que também foi exonerado por Bolsonaro, falou na cerimônia que o papel dos militares foi o principal instrumento do governo federal para o apoio da população brasileira no enfrentamento da pandemia. 

“Todos os dias, 30 mil soldados só do Exército, chegando a 36 mil com a ajuda de outras forças, deram todo o tipo de apoio ao povo, colocando-se em risco, mas sem se furtar de cumprir com nosso compromisso com a sociedade brasileira, determinado pela constituição”, disse o presidente.

LEIA MAIS

Troca na Secretaria Especial de Comunicação Social coloca PM a comando da pasta, a pedido de Bolsonaro

Doria chama apoiadores de Bolsonaro de “malucos como ele” e volta a criticar o presidente

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:


Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você