Bolsonaro diz que desemprego “parte diretamente de quem pratica o lockdown”

O presidente voltou a criticar o isolamento social

Por: Bianca Antunes | 26 março - 14:54

Nesta quinta-feira (25), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a criticar governadores e prefeitos que decretaram medidas mais restritivas para o enfrentamento da nova onda de covid-19.

“O desemprego, o fechamento de empresas, parte diretamente de quem pratica o lockdown. Fazemos e faremos tudo possível para manter empregos”, disse Bolsonaro em discurso.

Presidente Jair Bolsonaro de máscara

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Bolsonaro fez o comentário ao citar medidas econômicas adotadas pelo governo para apoiar empresas afetadas pela pandemia, e mencionou setores “que tem sofrido muito com os decretos estaduais e municipais que têm fechado esses comércios”.

Contra restrições

O presidente é um grande crítico do isolamento social e vem fazendo críticas aos governadores que defendem essa medida. Bolsonaro acionou o Supremo Tribunal Federal (STF) para derrubar decretos dos governos do Distrito Federal, Bahia e Rio Grande do Sul, que determinaram restrições de circulação de pessoas diante do aumento do número de mortes e transmissões do coronavírus.

O presidente quer que o tribunal estabeleça que o fechamento das atividades não essenciais durante a pandemia devem passar pelo Legislativo e não depender somente de decretos de governadores. Leia mais. 

Nesta terça-feira (23) o ministro Marco Aurélio Mello, do STF  negou o pedido do presidente para derrubar os decretos adotados pelos governos.

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:


Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você