União Europeia não consegue cumprir as metas de vacinação estabelecidas para o primeiro trimestre

A Organização Mundial da Saúde afirma que o ritmo de vacinação é 'inaceitavelmente lento'

Por: Marina Ponchio Gomes Ferreira | 01 abril - 17:30

A União Europeia encerrou o primeiro trimestre do ano e não conseguiu cumprir as metas de vacinação contra a covid-19 que haviam sido estabelecidas. Até o último dia de março, o grupo pretendia vacinar 80% da população com mais de 80 anos e 80% dos profissionais de saúde. 

Em ambas as situações o número alcançado foi muito longe da meta, com apenas 27% da população mais velha e menos da metade dos profissionais da linha de frente vacinados. Nesta quinta-feira (1), o diretor para a Europa da Organização Mundial da Saúde (OMS), Hans Kluge, afirmou que o ritmo da imunização na região é “inaceitavelmente lento”

Bandeiras da união europeia

Foto: Reprodução/flickr

Outra meta não alcançada foi o cronograma de distribuição de doses, embora, isso tenha sido falha no fornecimento da farmacêutica AstraZeneca, que entregou 70 milhões de doses a menos do que o prometido. Países como Bruxelas, por exemplo, espera reforçar a imunização no mês de abril e atingir a meta de 70% da população vacinada até setembro.

Segundo dados do Centro Europeu para Controle e Prevenção de Doenças, apenas quatro dos 27 membros da União Europeia ultrapassaram o limiar de 80% (Malta, Suécia, Finlândia, Irlanda) e outros dois (Portugal e Dinamarca) estão próximos . 

O diretor regional da OMS também afirmou que o número de novas infecções pela doença está aumentando em todas as faixas etárias, exceto nas pessoas com mais de 80 anos, um sinal de que a imunização funciona, mas que os atrasos estão deixando os jovens mais suscetíveis à contaminação.

LEIA MAIS

Brasil vai receber insumos para produzir 31 mi da vacina da Oxford/AstraZeneca

União Europeia anuncia planos para passaportes de vacinas

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você