Trump irá criar sua própria plataforma para voltar às redes sociais, diz assessor

O republicano foi banido do Twitter e Facebook após a invasão do Capitólio norte-americano no dia seis de janeiro deste ano

Por: Caroline Ripani | 22 março - 12:29

Donald Trump, ex-presidente dos Estados Unidos, planeja voltar às redes sociais nos próximos meses por meio de “sua própria plataforma”, anunciou seu assessor, Jason Miller, à Fox News no domingo (21).

O republicano foi banido do Twitter, Facebook e outras mídias sociais após a invasão do Capitólio norte-americano no dia seis de janeiro deste ano.

Ex-presidente dos EUA, Donald trump

Foto: Reprodução/Reuters

Segundo Miller, “essa nova plataforma vai ser grande e todos o querem. Ele vai trazer milhões e milhões – dezenas de milhões de pessoas para essa nova plataforma”.

Os quatro anos que Trump ficou na presidência dos Estados Unidos, foram marcados por sua forte presença nas redes sociais. No Twitter, ele era seguido por 88 milhões de pessoas, e usava a rede social frequentemente para atacar seus críticos e anunciar novas medidas políticas.

No entanto, após encorajar seus apoiadores à participarem do ataque ao Capitólio estadunidense em janeiro, teve sua conta (@realDonaldTrump), permanentemente suspensa do Twitter.

Após deixar Washington e retornar para seu resort na Flórida, Trump tem feito poucas aparições públicas, emitindo vez ou outra comunicados à imprensa.

*Com informações da AFP

LEIA MAIS NOTÍCIAS:

Aprovação de Biden cresce juntamente à vacinação no país

Em dois dias seguidos, EUA administra 3 milhões de doses de vacina

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo: