Secretário-Geral da ONU diz que EUA devem cortar 50% da emissão de gases estufa até 2030

O documento deve ser assinado até o final desta semana, quando acontece a Cúpula de Líderes sobre o Clima

Por: Marina Ponchio Gomes Ferreira | 19 abril - 18:54

Nesta segunda-feira (19) o secretário-geral das Nações Unidas, Antonio Guterres, afirmou que os Estados Unidos devem se comprometer a cortar metade de suas emissões de gases do efeito estufa até 2030. Para o secretário, o documento deve ser assinado até o final desta semana, quando acontece a Cúpula de Líderes sobre o Clima, evento organizado pelo presidente norte-americano Joe Biden. 

Em entrevista à Reuters, Guterres disse que “Minha expectativa é que os Estados Unidos consigam apresentar uma redução de emissões para 2030, em relação aos níveis de 2010, acima de 50%.” 

O presidente Jair Bolsonaro em discurso na Organização das Nações Unidas (ONU) em 2019

O presidente Jair Bolsonaro em discurso na Organização das Nações Unidas (ONU) em 2019; Foto: Agência Brasil/Divulgação

Senadores americanos pedem para Biden não dar dinheiro ao Brasil se o desmatamento não diminuir

De acordo com ele, caso os Estados Unidos se comprometa, a ação pode influenciar outros países a fazerem o mesmo “Se acontecer, não tenho dúvidas de que terá consequências muito importantes em relação ao Japão, China, Rússia e outros [países] que ainda não definiram seus níveis”.

Os Estados Unidos são o segundo maior emissor de gases do efeito estufa no mundo, responsável por quase 15% de todo material prejudicial ao meio-ambiente, atrás apenas da China, que corresponde por um total de 28%. 

Segundo o secretário-geral, a Cúpula do Clima deste ano é decisiva. “O maior risco é não atingirmos 1,5ºC como limite [de aumento de temperatura global], ultrapassá-lo e levar o mundo a uma situação catastrófica”, disse. 

Guterres ainda fez um apelo para que todos os participantes da COP26 – próxima cúpula do clima da ONU – estejam imunizados até novembro deste ano para que ela possa ser realizada presencialmente em Glasgow, no Reino Unido. “Faço um apelo a todos que têm capacidade para fazer, que criem as condições de vacinação que permitam um COP seguro em Glasgow, com a presença física de todos os que aí precisam”. 

Compromisso do Brasil para 2030

No dia 15 de abril o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), enviou carta ao presidente dos Estados Unidos, Joe Biden (Partido Democrata) prometendo fim do desmatamento ilegal até 2030.

No documento, o presidente disse que o governo federal quer “ouvir as entidades do terceiro setor, indígenas, comunidades tradicionais e todos aqueles que estejam dispostos a contribuir para um debate construtivo realmente comprometido com a solução dos problemas”.

LEIA MAIS

Representante do governo dos EUA cobra de Bolsonaro “resultados tangíveis”, após carta prometendo fim do desmatamento

Salles demite 4 superintendentes do Ibama; Falta de funcionários prejudica fiscalização do desmatamento e incêndios

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você