Raúl Castro confirma que deixará o comando do Partido Comunista

Será a primeira vez que a liderança não estará nas mãos de um Castro desde a Revolução Cubana, em 1959

Por: Maria de Toledo Leite | 16 abril - 19:29

Durante o Congresso partidário nesta sexta-feira (16), Raúl Castro anunciou que deixará a liderança do Partido Comunista de Cuba e entregará o comando para uma geração mais jovem e “cheia de paixão e espírito anti-imperialista.”

Castro fez um discurso na abertura do evento e disse que tinha a satisfação de entregar a liderança a um grupo de membros que têm décadas de experiência em acensão nos partidos.

“Enquanto eu viver, estarei pronto com o pé nos estribos para defender a pátria, a revolução e o socialismo”, disse Castro para centenas de delegados do partido.

No momento, Cuba enfrenta a pior crise econômica desde o colapso da União Soviética e sinais de descontentamento e frustração crescente têm sido vistos entre os cubanos, principalmente os mais jovens.

Com novas sanções dos Estados Unidos e a pandemia do coronavírus, sem falar sobre o bloqueio econômico que acontece há seis décadas, a economia já fragilizada não tem melhorado.

Congresso em Havana

Nesta sexta-feira, o Partido Comunista de Cuba deu início ao histórico congresso de quatro dias, durante o qual Raúl Castro anunciou que deixaria a cena política após seis décadas de comando dos irmãos Castro.

O evento acontece a cada cinco anos e tem como objetivo organizar e analisar as diretrizes governamentais, além de nomear a liderança do partido.

LEIA MAIS NOTÍCIAS:

Estados Unidos anunciam sanções políticas e financeiras contra a Rússia

Rússia e Cuba querem oficializar vacinação de turistas

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo: