Portugal suspende temporariamente a aplicação da vacina AstraZeneca em menores de 60 anos

A suspensão aconteceu pelas preocupações com possível ligação com casos raros de coágulos no sangue

Por: Aline Bueno Silvestre | 08 abril - 20:44

Nesta quinta-feira (8), Portugal suspendeu a aplicação da vacina da Oxford/AstraZeneca em menores de 60 anos. A motivação foram alguns casos de coágulos no sangue após tomar a vacina.

Em entrevista coletiva, Graça Freitas, chefe da autoridade sanitária, falou sobre a situação. “Isto pode ser conseguido com qualquer vacina aprovada em Portugal”.

Portugal suspende uso da AstraZeneca em menores de 60 anos

Foto: Reprodução/Pixabay

Além disso, também disse sobre o objetivo da vacinação. “Quero destacar que o objetivo da campanha de vacinação em Portugal é salvar vidas e prevenir doenças graves”. 

*Com informações da CNN Brasil.

O balanço da Covid-19 e dos casos de coágulos sanguíneos

No dia 4 de abril, o país registrou o menor número de casos diários da Covid-19 desde agosto de 2020. Mas ainda sim suspendeu temporariamente a vacina por precauções.

De acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde), há uma relação ‘plausível’ entre os casos de coágulo no sangue e a aplicação na vacina. Porém, os benefícios da vacina são considerados superiores aos riscos.

Uma agência europeia confirmou o vínculo entre os casos e a vacina. No Reino Unido, 7 casos foram confirmados da relação. Aqui no Brasil, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) pediu que os riscos sejam colocados na bula da vacina.

LEIA MAIS:

Portugal mantém suspensão de voos do Brasil até 15 de abril

Após dois meses de fechamento, Portugal reabre museus, terraços e escolas

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você