Oxford/AstraZeneca: Grécia ordena autópsia de mulher que morreu após tomar a vacina

O imunizante foi suspenso em alguns países após casos de trombose serem relatados

Por: Caroline Ripani | 31 março - 15:08

Nesta quarta-feira (31), o Ministério de Saúde da Grécia ordenou a autópsia de uma mulher que morreu após tomar a vacina contra covid da Universidade de Oxford com a biofarmacêutica AztraZeneca,

O objetivo da autópsia é ver se há relação entre a morte e a vacina, alvo de suspeitas após casos de trombose serem detectados em recém imunizados.

Frascos contendo vacina Oxford/AstraZeneca

Foto: Reprodução/Justin Tallis/AFP

De acordo com a imprensa local, a mulher, que tinha diabetes e outras doenças crônicas, foi vacinada na última terça-feira em Atenas, e vinte minutos depois foi encontrada inconsciente no banco de um parque. Ao ser levada para uma clínica, o óbito foi confirmado.

A vacina Oxford/AstraZeneca já foi suspensa pela Suécia, Finlândia, Dinamarca, Islândia, França e Canadá. Na Grécia só é autorizado o uso em menores de 65 anos.

Mesmo com o relato de casos de formação de coágulos, em sua maior parte, em mulheres jovens de meia idade, as autoridades internacionais de saúde garantem a segurança da vacina.

*Com informações da AFP.

LEIA MAIS NOTÍCIAS:

Após ter dados questionados, AstraZeneca reduz eficácia de vacina para 76%

São encontradas 29 milhões de doses da vacina AstraZeneca em fábrica na Itália

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você