Oxford/AstraZeneca: Agência Europeia de Medicamentos reafirma segurança da vacina

De acordo com a EMA, diversos especialistas, como hematologistas, neurologistas e epidemiologistas, participaram da nova verificação

Por: Caroline Ripani | 31 março - 16:05

Nesta quarta-feira (31), a Agência Europeia de Medicamentos (EMA), voltou a reforçar que a vacina contra a covid-19 desenvolvida pela Universidade de Oxford em parceria com a farmacêutica AstraZeneca, é segura, e não oferece riscos relativos à idade, gênero e coágulos sanguíneos.

A afirmação foi feita após a Alemanha suspender o uso da vacina para menores de 60 anos, após confirmar 31 casos de trombose em pessoas imunizadas.

Mão segurando seringa com vacina da AstraZeneca

Foto: Rafael Henrique/SOPA Images/LightRocket/Getty Images

Em nota oficial, a EMA divulgou que “na presente revisão, não foram identificados fatores de risco específicos, como idade, gênero ou para quem tem um histórico médico de problemas de coagulação, para esses eventos raros. Uma conexão causal entre a vacina ainda não foi comprovada, mas é possível e futuras análises estão em andamento”.

De acordo com a EMA, diversos especialistas, como hematologistas, neurologistas e epidemiologistas, participaram da nova verificação.

A primeira vez que a Agência afirmou a segurança da vacina, foi em 18 de março, e após isso, foi solicitado à AstraZeneca que adicionasse trombose ou coágulos na bula do imunizante, como reações possíveis, entretanto, raras.

*Com informações da ANSA.

LEIA MAIS NOTÍCIAS:

Oxford/AstraZeneca: Grécia ordena autópsia de mulher que morreu após tomar a vacina

Uso da vacina Oxford/AstraZeneca é suspenso em menores de 55 anos no Canadá

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você