Olimpíada de Tóquio terá número reduzido de voluntários

A decisão foi feita em conjunto à proibição de espectadores do exterior nas competições

Por: Leonardo Fernandes | 22 março - 09:15

A Olimpíada de Tóquio receberá um número menor de profissionais voluntários, e irá barrar a entrada daqueles cujos serviços não sejam considerados essenciais. A informação foi dada pelo presidente-executivo dos Jogos de Tóquio, Toshiro Muto, numa coletiva de imprensa organizada pelo comitê nesta segunda-feira (22).

Para Toshiro, a decisão é de se lamentar; mas não permitir o maior fluxo de estrangeiros no país foi necessário para conter uma possível proliferação do Covid-19 na época da competição. Assim, levando em consideração a preocupação dos japoneses com o vírus, a organização do evento só irá permitir a entrada de voluntários com conhecimentos específicos para certas modalidades. Esses profissionais serão avisados de forma individual.

Arcos olímpicos

Decisão do comitê foi para evitar proliferação do Coronavírus durante os Jogos. Foto: COI

Na semana passada, os organizadores já haviam proibido a viagem de turistas estrangeiros ao país para assistir as Olimpíadas. No último sábado (20), foi notificado que mais de 600 mil ingressos comprados no exterior terão reembolso.

Em relação à Paralimpíada, a medida é a mesma. 30 mil ingressos serão reembolsados àqueles que haviam comprado para a competição.

Leia mais notícias:

Terremoto atinge Japão e gera alerta de tsunami

Elon Musk garante à China que carros da Tesla não são “espiões”

Confira os últimos acontecimentos no estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você