Negacionista, presidente do México muda de ideia e toma a vacina contra a covid-19

"Não dói, e além disso ajuda muito, protege a todos nós. Não há risco algum", disse o presidente

Por: Bianca Antunes | 20 abril - 13:27

O presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, recebeu a primeira dose da vacina contra a covid-19 da Oxford/AstraZeneca nesta terça-feira (20).

“Temos certeza de que não há risco, nenhum perigo, que não há reações graves. Estamos acompanhando todos os estudos que estão sendo feitos no mundo para garantir a segurança das pessoas”, disse Obrador.

O presidente transmitiu a vacinação em suas redes sociais. “Não dói, e além disso ajuda muito, protege a todos nós. Não há risco algum”, disse. Ele havia afirmado anteriormente que não gostaria de ser vacinado em público e não faria um “espetáculo” para receber o imunizante.

Ele ficou conhecido ao longo da pandemia por negar a gravidade da doença. No ano passado, o presidente fez eventos e foi às ruas frequentemente sem máscara. Além disso, ele se recusou a adotar medidas rígidas para combater o risco e chegou a afirmar que “não vai acontecer nada” caso as pessoas mantivessem contato.

Obrador contraiu covid-19 início deste ano, e por isso, disse que não iria se vacinar até que todos os adultos mexicanos se vacinassem, por conta da falta de doses. Entretanto, o presidente mudou de ideia para dar confiança à população, segundo ele.

Desde o início da pandemia, o México registrou quase 2,5 milhões de casos da doença e mais de 212,4 mil mortes. O país vacinou mais de 14 milhões de pessoas, sendo que cerca de 9% dos mexicanos recebeu ao menos a primeira dose.

LEIA TAMBÉM:

Espanha prorroga restrições a voos do Brasil e África do Sul até 11 de maio

Osaka pede ao governo japonês a adoção de um novo estado de emergência

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:


Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você