Joe Biden apresenta plano de quase R$ 10 trilhões para a educação, financiado por impostos aos ricos

Medida ainda precisa ser aprovada pelo Congresso dos EUA

Por: Maria de Toledo Leite | 28 abril - 18:26

Nesta quarta-feira (28), o governo dos Estados Unidos divulgou um plano de investimento de Us$ 1,8 trilhões (pouco menos de R$ 10 trilhões) em programas de educação e apoio a famílias que têm crianças pequenas. No entanto, a proposta ainda precisa ser aprovada pelo Congresso dos EUA.

A proposta de Biden é financiar a maior parte dos gastos aumentando os impostas de pessoas mais ricas, o que representaria US$ 1,5 trilhões (R$ 8,18 trilhões) nos próximos dez anos.

Foto: Reprodução/Pixabay

Essas medidas fazem parte das políticas públicas contra a pobreza, que foram adotadas durante a pandemia do novo coronavírus. Além disso, o presidente americano pretende manter o benefício que dá dinheiro para famílias probres comprarem comida, programa implementado por causa da pandemia.

De onde viria o dinheiro

Algumas fontes de financiamento propostas por Biden foram, o aumento a vigilância da Receita Federal para auditar as pessoas de alta renda, o aumento da alíquota de imposto de renda dos atuais 37% para 39,6% e subir a taxa de impostos para pessoas que ganham US$ 1 bilhão ao ano de 20% para 39,6%.

LEIA MAIS NOTÍCIAS:

Biden diz que Estados Unidos já vacinaram 200 milhões de pessoas contra a covid-19

Capitólio dos EUA se prepara para primeiro discurso de Joe Biden ao Congresso

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você