Ex-advogado de Donald Trump é alvo de mandado de busca em NY

Promotores investigam se Rudolph Giuliani violou leis como advogado pessoal do ex-presidente

Por: Maria de Toledo Leite | 28 abril - 18:20

Nesta quarta-feira (28), investigadores cumpriram um mandado de buscas no apartamento e no escritório de Rudolph Giuliani, ex-advogado pessoal de Donald Trump e ex-prefeito de Nova York. 

A informação foi divulgada inicialmente pelo jornal “The New York Times” e depois confirmada pelo “The Washington Post”. No apartamento do advogado foram apreendidos dispositivos eletrônicos.

Foto: Casa Branca/Shealah Craighead

Os promotores obtiveram o mandado judicial em um inquérito criminal sobre as negociações que Giuliani fez com ucranianos. Existe a possibilidade do advogado ter violado as leis de lobby, já que era advogado pessoal do ex-presidente dos Estados Unidos.

Ao mesmo tempo, funcionários e autoridades ucranianas ajudavam o advogado com informações sobre rivais políticos de Trump, inclusive sobre o atual presidente americano, Joe Biden.

Trump sofreu um impeachment por ter pressionado a Ucrânia a investigar o filho de Biden em troca de verbas para a segurança. Além disso, o ex-presidente sofreu outro impeachment por incitar a invasão ao Capitólio em janeiro de 2021. No entanto, Trump foi absolvido nos dois processos.

Lei de lobby

A lei americana de lobbies requer que as entidades, indivíduos ou empresas declarem trimestralmente informações como os valores gastos, a área na qual se fez o lobby e o departamento “alvo” da ofensiva.

LEIA MAIS NOTÍCIAS:

Capitólio dos EUA se prepara para primeiro discurso de Joe Biden ao Congresso

Joe Biden apresenta plano de quase R$ 10 trilhões para a educação, financiado por impostos aos ricos

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você