Especialistas temem nova onda nos EUA com a nova variante

B.1.1.7 causa complicações em diversos países e autoridades veem possibilidade de nova onda em meio ao relaxamento das medidas de restrição

Por: Sophia Bernardes | 31 março - 11:13

A nova variante tem causado estrago em diversos países, colocando os Estados Unidos em alerta, especialistas apontam que o país deve aderir às medidas de segurança nos próximos meses para vencer outro pico de casos e manter as pessoas seguras.

A variante B.1.1.7, descoberta no Reino Unido é a mais contagiosa, podendo causar doenças mais graves e está infectando rapidamente os jovens, além disso, pesquisas sugerem que essa variante seja a mais mortal.

Foto: Agência Brasil

A variante B.1.1.7

A variante já causou aumentos perigosos de casos em diversos países. Na França a variante se espalhou rapidamente, mais de 5.000 pacientes estão na UTI (Unidade de Terapia Intensiva), colocando as autoridades de saúde em alerta.

Na Turquia, autoridades relataram a contagem diária mais alta de casos desde o início da pandemia e a maioria dessas infecções foram causadas pela variante B.1,1.7.

No Canadá, autoridades relataram um aumento significativo e preocupante de doenças graves. A variante levou a mais infecções e hospitalizações, afetando principalmente os jovens.

As autoridades de saúde reforçam a preocupação com a possibilidade de os Estados Unidos tomar o mesmo rumo dos outros países, já que uma grande parte da população permanece vulnerável ao vírus.

LEIA MAIS NOTÍCIAS

Brasil lidera mortes diárias por Covid-19 em todo o mundo no mês de março

3.780 mortes por covid-19 são registradas em 24h e Brasil bate novo recorde

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você