Criminoso que deu o maior golpe financeiro da história, Bernie Madoff, morre na prisão aos 82 anos

Ele estava preso desde 2008 e foi condenado a 150 anos de prisão após enganar 30 mil pessoas que participaram de uma pirâmide financeira

Por: Marina Correa de Genaro | 14 abril - 14:31

Nesta quarta-feira (14), o norte-americano, Bernie Madoff, 82 anos, responsável por um golpe financeiro que é considerado o maior da história, morreu em uma penitenciária federal dos EUA.

Madoff foi preso em 2008 e condenado em 2009 a 150 anos de prisão. Segundo os primeiros relatos, ele faleceu de causas naturais no centro médico de Butner, na Carolina do Norte.

Bernie Madoff

Foto: David Karp/AP

O advogado de Madoff informou em fevereiro que o cliente sofria de uma doença terminal e não desejava morrer na prisão.

No ano passado, os advogados pediram para que ele fosse solto por conta do risco de contágio pela Covid-19 na cadeia, porém o pedido foi negado.

Golpe bilionário

A fraude de Madoff foi revelada em 2008 quando o financista não conseguiu atender a demanda crescente dos clientes que desejavam retirar seus investimentos.

Ele orquestrou um tipo de esquema de pirâmide, que funciona apenas enquanto novos investidores continuam entrando no sistema e quando os aplicadores param de entrar, a operação não consegue cobrir os retornos prometidos.

Enquanto seu esquema dava certo, Madoff nunca investiu um centavo do dinheiro confiado pelos seus clientes, ao invés disso ele utilizava os recursos de novos investidores para pagar os anteriores.

As autoridades americanas confiscaram quase quatro bilhões de dólares vinculados a Madoff e fará o pagamento a mais de 30 mil pessoas em todo o mundo que foram enganadas entre os anos de 1970 e a década de 2000.

LEIA MAIS

Integrante do PCC e procurado pela Justiça, homem é preso em São Paulo

Governo de SP anuncia prorrogação da gratuidade do programa Bom Prato

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você