Com mais de 170 imigrantes a bordo, três barcos naufragam na costa da Líbia

Autoridades realizam buscas por viajantes à deriva na região

Por: Marina Correa de Genaro | 23 abril - 14:10

Na Líbia, as autoridades realizam buscas por três barcos lotados com mais de 170 imigrantes, relatados em perigo em mares agitados ao largo da Líbia. Nesta sexta-feira (23), a organização humanitária francesa, SOS Mediterranée, informou que as forças navais encontraram um barco de borracha à deriva, sem sobreviventes e com dez corpos flutuando nas proximidades.

Segundo a SOS Mediterranée, o barco perdido foi um dos três que foram sinalizados em perigo pela linha direita civil, Alarm Phone, o que levou uma busca em mares muito agitados, com ondas de até 6 metros.

Foto: Flavio Gasperini/SOS Mediterranée

Três navios mercantes ajudaram o navio de resgate da instituição a buscar os barcos em águas internacionais, a nordeste da cidade de Trípoli.

A SOS Mediterranée diz também que o navio mercante “My Rose” encontrou três corpos na água. Um avião da agência de fronteira da UE também avistou os cadáveres de um barco de borracha logo depois.

A Líbia é uma rota importante para os migrantes que buscam chegar à Europa. Segundo a ONG francesa, mais de 350 pessoas morreram este ano no Mediterrâneo Central durante as viagens perigosas.

Em um comunicado, o SOS Mediterranée diz que “Os estados abandonam sua responsabilidade de coordenar as operações de busca e resgate, deixando os atores privados e a sociedade civil para preencher o vazio mortal que deixam para trás”.

As agências da Organização das Nações Unidas (ONU) pediram a reativação das operações de busca e resgate lideradas pelo estado no Mediterrâneo e a suspensão do retorno de migrantes a “portos inseguros”.

LEIA MAIS

Submarino desaparecido na Indonésia tem oxigênio até sábado (24)

Governo de São Paulo anuncia queda de óbitos por covid-19 no estado

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo: