Chile: eleições são adiadas por cinco semanas após aumento nos casos de Covid-19

O presidente do país, Sebastián Piñera adiou para 15 e 16 de maio

Por: Marina Correa de Genaro | 07 abril - 15:58

Foi anunciado pelo presidente do país, Sebastian Piñera nesta terça-feira (6), que o Chile irá adiar as eleições locais, regionais e para a Assembleia Constitucional por cinco semanas devido aumento de casos da Covid-19.

Uma lei promulgada por Piñera adiou a eleição dos membros da Assembleia Constituinte responsáveis pela redação da nova Constituição do país de 10 a 11 de abril para 15 a 16 de maio.

Sebastián Piñera

Foto: Mario Téllez

“Dada a dura reemergência e o aparecimento de novas variantes [Covid-19] em todo o mundo, e tomando a opinião unânime da comunidade médica e da maioria do público, não parecia prudente ou conveniente realizar eleições no próximo fim de semana”, disse Piñera durante uma coletiva de imprensa.

As eleições para governadores e prefeitos também foram adiadas.

O Chile relatou um total de 1.037.780 casos de Covid-19 e 23.734 mortes. A taxa de ocupação da UTI atualmente no país é de 96%.

LEIA MAIS

Bolívia e Chile fecham fronteiras com o Brasil para conter avanço da Covid-19

Dória anunciou a criação do maior programa social de São Paulo: “Bolsa do Povo”

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você