Quatro em cada dez pessoas têm descontrole financeiro durante a pandemia

Mulheres e pessoas da classe C, D e E foram os mais impactados com o desemprego e endividamento

Por: Bianca Antunes | 13 abril - 14:40

Quatro em cada dez pessoas tiveram descontrole financeiro em virtude da pandemia da covid-19, segundo dados da pesquisa “Bolso dos brasileiros”, realizada pela Serasa em parceria com a Opinion Box.

A pesquisa também mostra uma queda no número de brasileiros que conseguem pagar as contas em dia. O levantamento foi feito com 2.059 pessoas, entre 11 e 22 fevereiro deste ano.

Foto: Divulgação/Serasa

O estudo foi feito para identificar os impactos causados pela pandemia na população.”A pandemia trouxe impactos enormes para a vida financeira do brasileiro e esses impactos acabaram se estendendo para outros aspectos. Por exemplo, mais da metade declarou que teve impactos emocionais negativos, por conta da situação”, afirma Nathalia Dirani, gerente da Serasa.

Foi registrada uma redução na renda de 38% dos entrevistados, em comparação com o início da pandemia, além de uma elevação de 50% nos gastos. Isso fez com que houvesse uma queda de 5 pontos percentuais no número de pessoas que conseguiam pagar as contas dentro do prazo.

Ainda de acordo com a pesquisa, alguns perfis foram mais afetados pela pandemia do que outros. Mulheres e pessoas da classe C, D e E foram mais impactados com o desemprego e endividamento.

Isso causou impactos também emocionais, mudando comportamentos e emoções dessas pessoas. 73% afirmaram que têm insônia e dificuldades para dormir, além de 69% com dificuldade na concentração na execução de tarefas diárias.

Agora, 71% dão mais valor a ter dinheiro guardado do que antes da pandemia, enquanto 64% afirmam ter aprendido a cuidar mais do dinheiro e outros 54% identificaram gastos desnecessários.

LEIA MAIS:

Auxílio emergencial é pago nesta terça (13) para 2,38 milhões nascidos em abril

Após duas quedas seguidas, vendas no varejo crescem 0,6% em fevereiro

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:


Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você