PSDB quer antecipar prévias para escolha de candidato às eleições presidenciais de 2022 e pressiona Doria

A decisão do partido acontece um dia depois do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin anular as condenações de Lula (PT)

Por: Larissa Placca | 09 março - 20:09

O presidente nacional do PSDB, Bruno Araujo, seguiu o pedido feito pelo deputado Aécio Neves (PSDB-MG) e marcou para outubro o processo de prévias para escolher o candidato a presidente em 2022 pelo partido.

É a primeira vez que a legenda faz isso em âmbito nacional. Mario Covas, Fernando Henrique Cardoso, José Serra, Geraldo Alckmin e Aécio Neves foram escolhidos candidatos a presidente por decisão unânime da legenda, sem prévias. 

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

A decisão do partido acontece um dia depois do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin anular as condenações de Lula (PT) na Lava Jato do Paraná e torná-lo elegível em 2022.

O processo de prévias dificultou os planos de Doria, que buscava ser escolhido o candidato do partido por aclamação (quando inscrita uma única chapa para eleição interna no partido). 

Adversários de Doria no PSDB tentam fortalecer o nome de Eduardo Leite, governador do Rio Grande do Sul, visto como principal adversário de Doria na disputa pela candidatura.

Um aliado próximo de Doria, que não quer divulgar o seu nome, confirmou que o governador vai se inscrever no processo de prévia e não considera o processo uma derrota para ele. Eduardo Leite evitou responder se vai se inscrever nas prévias, declarou que o foco agora é no enfrentamento da pandemia.

Bruno Araújo afirmou que, apesar da decisão do PSDB já estava tomada antes do STF permitir Lula ser candidato, o partido precisa se posicionar para fazer frente a Lula e ao presidente Jair Bolsonaro.

Os pré-candidatos do PSDB terão um mês e meio para fazer campanha interna e convencer os correligionários de que devem ser escolhidos candidatos, segundo Araújo.

LEIA MAIS NOTÍCIAS

Bolsonaro critica de “monocrática” a decisão do STF de anular as acusações contra Lula

Ciro diz que é necessário ‘se preparar para o pior’ nas eleições de 2022

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você