Nova presidente da Capes coordena curso de mestrado que foi desconsiderado pela própria Capes em 2017

O curso de pós-graduação recebeu nota 2 no geral; Cláudia Mansani Queda de Toledo foi nomeada pelo cargo quinta (15)

Por: Marina Correa de Genaro | 16 abril - 13:41

Cláudia Mansani Queda de Toledo, a nova presidente da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), nomeada nesta quinta-feira (15), teve um curso de pós-graduação descredenciado pela própria Capes em 2017 por não ter atingido a nota mínima para continuar em funcionamento.

Comandado por Cláudia, o curso de mestrado “Sistema Constitucional de Garantias de Direitos”, recebeu nota 2 no geral. A avaliação da Capes compreende cinco seções, sendo elas, proposta do programa, corpo docente, corpo discente, teses e dissertações, produção intelectual e inserção social.

Presidente Capes

Foto: Reprodução/Twitter

O relatório da Plataforma Sucupira diz que no curso coordenado por ela no Centro Universitário de Bauru, “35% dos docentes não ofereceram disciplinas, 20% não participou em projetos de pesquisa e 23% não orientou discentes”.

A nota 2 foi mantida mesmo após pedido de reconsideração meses depois.

Queda de Toledo entrou no lugar de Benedito Guimarães Aguiar Neto, exonerado na última segunda.

Capes

A Capes é responsável por avaliar os cursos de pós-graduação, divulgar as informações científicas, promover a cooperação internacional e atuar na formação de professores da educação básica.

A entidade tinha antes o nome de Instituto Toledo de Ensino (ITE) e foi fundada no interior paulista por Antônio Eufrásio de Toledo nos anos 1950.

LEIA MAIS

Governo de SP anuncia liberação de cultos religiosos em todo o estado

Resultados do SISU 2021 são liberados hoje pelo MEC no site oficial

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você