Um terço de quem recebeu auxílio emergencial em 2020 não terá direito agora

Volta do benefício reduziu, além do valor das parcelas, a quantidade de pessoas que poderão receber

Por: Sophia Bernardes | 04 abril - 06:31

O valor das novas parcelas do auxílio diminuiu junto com a quantidade de beneficiários. Os brasileiros que irão receber o auxílio é 33% menor comparado ao ano passado.

Cerca de 66 milhões de brasileiros receberam o benefício, que começou em R$600 em 2020. Desta vez, o valor médio fica em R$ 250 para cerca de 40 milhões a 45 milhões de pessoas.

Aplicativo da Caixa Econômica

Foto: Marcello Casal Jr/ Agência Brasil

Entenda o novo auxílio emergencial

Com as novas regras, somente famílias com uma renda total de até três salários mínimos por mês (R$ 3.135) tem direito ao auxílio, sendo que a renda per capita precisa ser inferior a um salário mínimo. Os beneficiários do Bolsa Família recebem o benefício com o valor mais alto.

Os cidadãos com benefício previdenciário, assistencial ou trabalhista ou de programa de transferência de renda federal, não fazem parte do público que receberá as parcelas. Para fins de elegibilidade, são avaliados os critérios com base no mês de dezembro de 2020.

Quais são os novos valores das parcelas?

O auxílio emergencial de 2021 terá três valores diferentes baseados na composição familiar. A partir de terça-feira (6) começam a pagar de maneira escalonada, serão, ao todo, quatro parcelas:

  • R$ 150 para quem mora sozinho
  • R$ 250 para famílias com mais de uma pessoa e que não são chefiadas por mulheres
  • R$ 375 para famílias chefiadas por mulheres

Como saber se receberá?

  • Entre no site da Caixa e clique em “Acompanhe o seu benefício”;
  • Na página seguinte, digite nome completo, CPF, data de nascimento e nome da mãe. Clique no quadro “não sou um robô” e depois em “continuar”;
  • A página seguinte mostrará se o auxílio foi aprovado e a data de pagamento do benefício conforme o calendário do governo;
  • Entre no site da Dataprev e digite CPF, nome completo, nome da mãe e data de nascimento. Clique em “não sou um robô” e depois em “enviar”;
  • Na página seguinte, em “Resultado do Processamento” aparecerá se o auxílio foi aprovado e o valor que tem direito a receber;
  • Quem preferir pode ligar para o telefone 111 para tirar dúvidas sobre o novo auxílio.

LEIA MAIS NOTÍCIAS

1º dia de consulta da nova rodada do auxílio emergencial registra problemas

Prazo para contestar auxílio emergencial negado será de 10 dias

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você