Síria raciona combustível devido bloqueio no Canal de Suez

Navio de mais de 200 toneladas está encalhado desde terça-feira (23)

Por: Marina Correa de Genaro | 28 março - 14:02

O efeito causado pelo navio Ever Given no tráfego global ficou ainda mais claro neste domingo (28) quando a Síria impôs um racionamento de combustível para proteger os suprimentos, cada vez menores, de petróleo.

Na noite de sábado (27), autoridades do Canal de Suez esperavam que a maré alta e os esforços de drenagem pudessem fazer com que o navio fosse libertado, porém apesar do progresso na noite anterior, a embarcação continua travada no canal.

Navio Canal de Suez

Foto: Reprodução/ Reuters

Segundo a Leth Agencies, prestadora de serviços do canal, o acúmulo de navios aguardando o trânsito pela vital hidrovia egípcia cresceu para 326.

De acordo com o Ministério do Petróleo e Recursos Minerais da Síria, o bloqueio do Canal de Suez prejudicou o fornecimento de petróleo para a Síria e atrasou a chegada de uma embarcação que transportava petróleo.

A medida tomara pela Síria é para garantir a continuidade do fornecimento de serviços básicos aos sírios, como hospitais, padarias, estações de água e outras instituições.

LEIA MAIS:

Entenda os impactos econômicos do Canal de Suez bloqueado por navio gigante

China e Irã fecham acordo comercial de 25 anos

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo: