Pandemia dispara nível de pobreza na América Latina

Os impactos econômicos colocaram 33,7% da população em nível de pobreza

Por: Bianca Antunes | 04 março - 16:15

A pobreza na América Latina atingiu o número mais alto dos últimos 12 anos em 2020, devido aos impactos econômicos causados pela pandemia de covid-19. O relatório de impacto social da pandemia elaborado pela Cepal (Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe) aponta que a pobreza atingiu 209 milhões de pessoas, 33,7% da população total da região.

A América Latina é a segunda região mais atingida pelo coronavírus no mundo, com mais de 20 milhões de casos. Como consequência da crise econômica, o PIB (Produto Interno Bruto) da região teve queda de 7,7%. Além disso, a pobreza extrema afetou 78 milhões de pessoas.

Foto: Estatísticas/Cepal

LEIA MAIS NOTÍCIAS

Escolas em SP funcionarão na fase vermelha

Governo estuda variáveis para auxílio emergencial

Também foi revelada uma grande desigualdade estrutural nas sociedades latino-americanas, sendo possível notar algumas brechas sociais. “A pandemia evidenciou e exacerbou as grandes lacunas estruturais da região e, atualmente, há um momento de grande incerteza em que ainda não se delineou a forma nem a velocidade de saída da crise”, disse Alicia Bárcena, Secretária Geral da Cepal, no relatório.

Um dos impactos mais relevantes foi a queda na força de trabalho feminina no continente para 46%. Segundo dados da Cepal, um ano atrás a taxa era de 52%. De acordo com a ONU (Organização das Nações Unidas), a pandemia vem ameaçando uma década de progresso econômico da região.

Os estudos reforçam que, diante do contexto, as desigualdades entre homens e mulheres se agravarão. Os efeitos desse retrocesso ainda podem impactar na vulnerabilidade das mulheres à violência doméstica, já que a taxa de desemprego chegou a 12%, o que pode causar uma dependência financeira de seus agressores.

A Cepal aponta que o caminho para a melhora do cenário é implementar ou dar continuidade aos auxílios emergenciais e promover novos pactos sociais e fiscais em tempos de pandemia.

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você