Ministério da Educação tem 30% das verbas bloqueadas em orçamento 2021

Dos R$ 9,2 bilhões totais bloqueados pelo presidente, R$ 2,7 bilhões são de verbas da pasta.

Por: Larissa Placca | 23 abril - 22:43

Ministério da Educação tem quase 30% das verbas bloqueadas no orçamento 2021, sancionado nesta quinta-feira (23) pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Dos R$ 9,2 bilhões bloqueados pelo presidente, R$ 2,7 bilhões são de verbas da pasta.

Os órgãos que tiveram recursos bloqueados têm sete dias para detalhar quais áreas serão reduzidas. Pelo decreto, o bloqueio foca em despesas primárias discricionárias, aquelas não obrigatórias do Governo.

Além do bloqueio de verbas, a educação também foi atingida pelos vetos no orçamento

Além do bloqueio de verbas, a educação também foi atingida pelos vetos no orçamento; Foto: Agência Brasil/Divulgação

Entre os ministérios, só Saúde e Meio Ambiente não tiveram verbas bloqueadas. A Saúde ainda foi incluída na medida que deixa de fora do teto de gastos as despesas com a pandemia de covid-19.

Cortes na área da educação é criticado por presidente da ONG Todos Pela Educação

Já o Meio Ambiente, de acordo com Bolsonaro, deve ter o orçamento dobrado nas áreas de fiscalização ambiental. Leia a matéria completa.

Além do bloqueio, a educação também teve trechos vetados no orçamento, que se concentram principalmente nas instituições de ensino superior.

LEIA MAIS NOTÍCIAS

Governo reduz verba de obras do programa “Casa Verde e Amarela”, paralisando construção de 200 mil casas

STF dá 30 dias para Anvisa decidir sobre pedido de importação da vacina Sputnik V por três estados

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:


Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você