Mercado reduz previsão de crescimento econômico para 3,08% em 2021

Essa foi a sexta queda consecutiva na projeção do PIB. Há um mês, era esperado avanço de 3,23%

Por: Marina Correa de Genaro | 12 abril - 14:01

De acordo com os números do Boletim Focus do Banco Central divulgado nesta segunda-feira (12), as previsões dos economistas do mercado financeiro para o desempenho do Produto Interno Bruto (PIB) neste ano recuaram para 3,08%, ante 3,17% esperado na semana passada.

Essa foi a sexta queda consecutiva na projeção para o desempenho do indicador. Há um mês, era esperado avanço de 3,23%.

Foto: Divulgação/Pixabay

O boletim reúne a estimativa de mais de 100 instituições do mercado financeiro para os principais indicadores econômicos.

Se confirmada a alta prevista para o PIB de 2021, a economia brasileira pode recuperar parte da queda de 4,1% registrada na atividade em 2020. O retrocesso do ano passado foi puxado pelos impactos econômicos da pandemia de Covid-19 e das medidas de isolamento social.

Selic e inflação

O mercado já está prevendo uma inflação de 2021 em 4,85%. Até semana passada, a previsão para o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) estava 4,81%.

Com a alta mais forte do que o esperado pelo mercado, os economistas também elevaram a expectativa para a Selic até o fim de 2021. A previsão é que a taxa alcance os 5,25% ao ano.

Selic

A Selic é a taxa básica de juros da economia no Brasil, utilizada no mercado interbancário para financiamento de operações com duração diária, lastreadas em títulos públicos federais. A sigla SELIC é a abreviação de Sistema Especial de Liquidação e Custódia.

LEIA MAIS

Presidente do BC diz que o impacto da segunda onda pode ser maior na saúde, mas que a economia já aprendeu a conviver com isso

CoronaVac: Aplicação de dose de reforço é estudada por Butantan, diz diretor de pesquisa

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você