Mercado financeiro continua preocupado com pandemia, avalia Banco Central

O Relatório de Estabilidade Financeira aponta preocupação com inadimplência e redução da atividade econômica

Por: Marina Correa de Genaro | 27 abril - 15:53

Nesta terça-feira (27), o Banco Central informou através do Relatório de Estabilidade Financeira (REF), que o mercado financeiro continua preocupado com os desdobramentos da pandemia do novo coronavírus.

“As IFs (instituições financeiras) pesquisadas mantêm atenção elevada com a inadimplência e com a redução da atividade econômica”, registrou o BC. “As IFs acreditam que atrasos na vacinação e o surgimento de novas cepas do coronavírus podem prolongar a crise sanitária e exigir mais gastos para proteger a população vulnerável e incentivar a economia.”

Edifício-sede do Banco Central no Setor Bancário Norte

 Foto: Agência Brasil/Divulgação

De acordo com a autarquia, o aumento dos gastos elevaria o “já elevado risco fiscal”. “Não obstante, a confiança das IFs na estabilidade financeira durante toda a pandemia tem permanecido elevada, bem acima do que estava durante a recessão de 2015-2016”, disse o BC.

Por meio do REF, o Banco Central avaliou que os resultados de testes de estresse aplicados sobre instituições financeiras continuam demonstrando redução dos efeitos da pandemia da Covid-19 no sistema.

“Os resultados continuam corroborando a capacidade de o sistema absorver choques, sem desenquadramentos relevantes”, informou o BC.

“Os resultados das análises de sensibilidade também indicam boa resistência quando cada risco é simulado isoladamente. São testados os riscos de crédito, juros, câmbio e desvalorização de imóveis. Os resultados mantiveram-se estáveis em comparação aos testes anteriores.” Completa.

O BC disse também que “O resultado do teste específico para a covid-19 indica que as perdas relacionadas a empresas e trabalhadores vulneráveis exigiriam aporte de R$ 1,5 bilhão para que todas as instituições cumprissem os limites regulamentares. Esse valor equivale a apenas 0,1% do total do Patrimônio de Referência (PR) do SFN”.

Testes de estresse

O Teste de estresse funciona como um modo prático de mapear os riscos, por exemplo, de uma empresa, uma gestora ou um banco.

Por essa razão, o Teste de estresse é um meio de verificar como seu patrimônio ou ativos de uma carteira seriam afetados de acordo com diferentes cenários futuros.

LEIA MAIS

Banco Central lança painel interativo para divulgação de dados de operações de crédito

Rio: Tiroteios em comunidades deixam pelo menos 9 mortos em 12 horas

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você