Guedes anuncia antecipação do 13º para aposentados e “mais frágeis”

Entretanto, a medida depende da aprovação do Orçamento pelo Congresso Nacional

Por: Larissa Placca | 06 março - 18:14

O ministro da Economia, Paulo Guedes, anunciou na sexta-feira (5), que aposentados e pensionistas do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) terão o 13º salário antecipado.

O pronunciamento ocorreu após reunião com o relator da PEC Emergencial, Daniel Freitas (PSL-SC), no Ministério da Fazenda.

Foto: Mateus Bonomi

Entretanto, ele afirma que a medida depende da aprovação do Orçamento pelo Congresso Nacional.

Por isso, segundo ele, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 186/19, a PEC Emergencial, é a mais importante “porque tem compromisso com a saúde e com a responsabilidade fiscal do país.”

A PEC foi aprovada no Senado e espera votação na Câmara dos Deputados.

PEC Emergencial será votada na próxima semana pelos Deputados

“O abono salarial já foi antecipado. Agora, assim que aprovar o orçamento, vão ser antecipado o 13º [salário] justamente dos mais frágeis, dos mais idosos, como fizemos da outra vez”, disse o ministro.

No ano passado, como medida de auxílio para enfrentar a Pandemia, os beneficiários do INSS tiveram o décimo terceiro antecipado para abril.

Guedes também afirmou o retorno do BEM (Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda), que permite que empresas reduzam os salários e a carga horária de seus funcionários e que estes tenham direito ao recebimento de um valor custeado pelo Governo Federal.

“Então, tem mais coisa vindo por aí”, prometeu o Ministro da Economia.

LEIA MAIS NOTÍCIAS

Bolsonaro anuncia viagem de comitiva do governo a Israel para tratar de vacinas

Guedes incentiva “agora é acelerar as vacinas e aprovar as reformas”

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você