Governo planeja antecipar 13° salário do INSS e inserir R$ 50 bi na economia

Ação deve ser anunciada após votação do Orçamento de 2021

Por: Marina Correa de Genaro | 23 março - 16:50

O governo está planejando antecipar o 13° salário de aposentados e pensionistas do INSS (Instituto Nacional de Seguridade Social), logo após a votação do Orçamento de 2021, que deverá ser realizada nesta semana.

A rodada do benefício deve inserir um caminhão de dinheiro na economia, na ordem de R$ 50 bilhões.

Previdência Social

Foto: Jeso Carneiro

A medida de antecipação faz parte de uma série de ações que o Ministério da Economia estuda para amenizar as dificuldades da população e aumentar o poder de consumo em meio à piora da pandemia da Covid-19 e agravamento das medidas de isolamento neste início de ano.

Essas medidas já foram tomadas em março de 2020, início da pandemia. A antecipação do 13° do INSS e do abono injetaram R$ 53,7 bilhões na economia, beneficiando mais de 50 milhões de pessoas.

Para o governo, a vantagem dessas medidas é que elas não pressionam as contas públicas, apenas alteram o calendário de pagamentos já previstos.

LEIA MAIS:

Aras assina benefício que pode aumentar em 10% o salário de procuradores

Guedes e Lira discutem tramitação da Reforma Administrativa

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você