Comércio deve ter a pior Páscoa desde 2008, segundo CNC

Com agravamento da pandemia, varejo brasileiro deve movimentar R$ 1,62 bilhão

Por: Marina Correa de Genaro | 26 março - 12:05

Segundo a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), o faturamento do comércio na Páscoa em 2021, deve ser ainda menor que o do ano passado.

A CNC estima que a quinta data comemorativa mais importante do varejo brasileiro deve movimentar R$ 1,62 bilhão, o menor volume desde 2008 e correspondente a diminuição de 2,2% em relação com 2020. O valor do ano passado foi registrado com uma queda de 28,7% no comércio da Páscoa.

Comércio Páscoa

Foto: Agência Brasil

Os impactos da pandemia na renda da população, a redução de importados e o fechamento dos comércios às vésperas do feriado explicam a baixa expectativa.

A desvalorização cambial de 23% nos últimos 12 meses, fez com que a importação de produtos típicos ficassem mais caros, inibindo o consumo em 2021.

Segundo a CNC, a quantidade de chocolates importada este ano (2,9 mil toneladas), foi a menor desde 2013 (2,65 mil toneladas). Já a importação de bacalhau foi a mais baixa desde a Páscoa de 2009.

LEIA MAIS:

São Paulo irá estender restrições da fase roxa em mais 15 dias

Delivery de comida cresce 45% em São Paulo com agravamento da Covid-19

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você