A partir desta sexta (2), gás de cozinha fica 5% mais caro

Petrobras afirma que reajuste a R$ 41,68 no preço segue cotação internacional do petróleo

Por: Marina Correa de Genaro | 02 abril - 14:48

O Gás Liquefeito de Petróleo (GLP), chamado popularmente de gás de cozinha, produzido nas refinarias da Petrobras, ficará, em média, R$ 0,15 mais caro a partir desta sexta-feira (2).

De acordo com a empresa, a alta reflete as movimentações da cotação internacional do petróleo, utilizado como insumo na produção do produto, além do câmbio. O quilo do produto passa a ser vendido a R$ 3,21 e o botijão de 13kg, a R$ 41,68.

Gás de cozinha

Foto: Prodbdf

Segundo fontes do setor, a alta do preço foi de 5% em média. Já se trata do quarto aumento do ano. O número de reajuste e os percentuais de alta têm sido menores do que os praticados no comércio de gasolina e óleo diesel.

A empresa afirma que “os valores praticados nas refinarias pela Petrobras são diferentes dos percebidos pelo consumidor final no varejo”. “Até chegar ao consumidor são acrescidos tributos federais e estaduais, custos para envase pelas distribuidoras, além dos custos e margens das companhias distribuidoras e dos revendedores.”

LEIA MAIS:

Páscoa em SP tem diferença de 94% em preços de chocolate

Pobreza triplica no país durante a pandemia

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você