29 fábricas de veículos estão paradas no Brasil, deixando cerca de 60% dos empregados em casa

A situação aconteceu após agravamento da pandemia e falta de componentes para as montadoras.

Por: Aline Bueno Silvestre | 04 abril - 20:05

Com o agravamento da pandemia e a falta de componentes para as montadoras, 29 fábricas de veículos estão paralisadas no Brasil. Os dados são da Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores).

A produção parada pode deixar de produzir até 300 mil veículos neste ano, de acordo com especialistas do setor automotivo. Além disso, os empregos foram afetados diretamente.

29 fábricas de veículos estão paralisadas no Brasil

Foto: Reprodução/Pixabay

Entre 60% e 70% dos 105 mil empregados do setor estão em casa. As paralisações começaram a acontecer em 19 de março, com a Volkswagen. 

“Com o agravamento do número de casos da pandemia e o aumento da taxa de ocupação dos leitos de UTI nos estados brasileiros, a empresa adota esta medida a fim de preservar a saúde de seus empregados e familiares”, informou a empresa.

Depois, foi a vez de outras empresas.

No total, Mercedes, Renault, Scania, Toyota, Volkswagen, Volkswagen Caminhões e Ônibus, BMW, Agrale, Honda, Jaguar e Nissan estão paradas. Suspenderam parte das atividades GM e Volvo.

A estimativa é que a maioria volte a operar entre 5 de abril e final de maio. Mas isso depende das medidas de restrições e da situação da pandemia em cada município.

*Com informações do G1.

LEIA MAIS:

Rodízio noturno de veículos deve ser mantido durante fase vermelha em SP

Brasil ultrapassa 330 mil mortos por Covid-19 e média móvel fica em 2,8 mil

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você