Valor do auxílio emergencial ainda é indefinido

Líder do Governo diz que o valor depende da aprovação da PEC e do orçamento de 2021

Por: Larissa Placca | 02 março - 21:50

Após reunião com o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Onyx Lorenzoni, nesta terça-feira (2), o senador Eduardo Gomes (MDB-TO) diz que o valor do auxílio emergencial ainda é indefinido.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, declara que está “quase tudo certo” para o pagamento do auxílio emergencial neste ano. O tema segue em discussão entre Senadores.

Foto: Reprodução/Internet

Eduardo afirma que o que definirá o valor do auxílio é orçamento deste ano e da aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) nº 186/19. Ambas seguem em discussão no Congresso Nacional.

O senador ainda diz que uma das propostas que “têm ganhado muito espaço” é a que foi apresentada por Bolsonaro, do pagamento de quatro parcelas de R$ 250.

A PEC Emergencial estabelece a cláusula de calamidade e os gatilhos para o teto de gastos. Portanto, a quantidade de parcelas e o valor devem ser definidos pelo Executivo, em acordo com o Congresso, posteriormente sua aprovação.

O Auxílio Emergencial deve ser pago à 40 milhões de pessoas entre março e junho de 2021. No ano passado, 68 milhões de cidadãos foram beneficiados diretamente.

LEIA MAIS NOTÍCIAS

Twitter vai banir usuários que postarem fake news sobre vacina

Estado de SP tem 468 mortes por Covid-19 nesta terça-feira

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo: