Secretaria de Saúde de São Paulo acusa Kim Kataguiri, Mamãe Falei e Ricardo Mellão de invadirem hospital

Em nota, a Secretaria afirmou que os parlamentares tentaram acessar "à força" a área restrita do Hospital Geral de Guarulhos

Por: Marina Ponchio Gomes Ferreira | 17 abril - 11:20

Em nota, a Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo disse que o deputado federal Kim Kataguiri (DEM-SP) e os deputados estaduais Ricardo Mellão (Novo) e Arthur do Val (Patriotas) – o Mamãe Falei – “invadiram” o Hospital Geral de Guarulhos  na tarde de sexta-feira (16).

“Parlamentares invadiram o Pronto Socorro e tentaram acessar – à força – a área restrita do hospital para atendimento a casos graves de COVID-19, onde é permitida apenas a circulação de profissionais de saúde, promovendo aglomeração e risco à equipe e aos pacientes da ala”

O momento da chamada invasão foi flagrada pelas câmeras de segurança do hospital divulgadas pela pasta em sua conta nas redes sociais. 

Em resposta, o deputado Kim Kataguiri, disse que é “bizarro que, no meio de uma pandemia, a pasta dedique seu tempo para espalhar mentiras na internet”, e compartilhou o vídeo em que Arthur do Val, se explica sobre o ocorrido. 

De acordo com o parlamentar, eles participaram de uma “fiscalização surpresa no hospital”, escolhido porque, segundo ele, “mandei emenda para lá […] e é importante verificar se o trabalho é feito de maneira completa”. Ele disse ainda que os deputados foram acompanhados “100% do tempo” pelo diretor do hospital e que sua equipe “não visitou a UTI e a área covid”. 

“O resultado foi terminar ela parabenizando fazendo uma salva de palmas baixinha pro pessoal da equipe do hospital que fizeram um excelente trabalho”, afirmou Do Val. 

O vereador Lucas Sanches (PP) divulgou um vídeo da ação em seu perfil no Facebook. “Cheguei de surpresa para fiscalizar o hospital”, escreveu. Vestindo um colete com a frase “fiscal do povo”, o vereador conversa com pessoas no local e funcionários do hospital.

A Secretaria de Saúde afirmou ainda que “todos os serviços de saúde seguem protocolos sanitários e de prevenção contra o novo coronavírus, que devem ser respeitados por qualquer pessoa”. O governo disse também estar “à disposição das autoridades” e pediu “bom senso e diálogo”.

LEIA MAIS

Bolsonaro confirma que passará por nova cirurgia para corrigir hérnia

Deputado apresenta PL na Alesp para prescrever ozonioteraparia; Tratamento não tem eficácia comprovada contra a covid

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você