São Paulo: Festa clandestina com cerca de 100 pessoas é interrompida na Zona Leste

Vigilância Sanitária autuou o estabelecimento e 62 pessoas que estavam sem máscara

Por: Sophia Bernardes | 03 abril - 10:54

Na noite desta sexta-feira (2), foi interrompida uma festa na Zona Leste de São Paulo com cerca de 100 pessoas. A maioria dos participantes eram jovens e estavam sem máscaras – medida de restrição obrigatória.

Agentes da Vigilância Sanitária e da Guarda Civil Municipal de Mauá flagraram a festa em Itaquera, após uma denúncia anônima. No local, os jovens consumiam bebidas alcóolicas e compartilhavam narguilé.

Vigilância Sanitária interdita estabelecimento

Foto: Governo do Estado de São Paulo

O proprietário do estabelecimento, o DJ, um cantor de pagode, quatro funcionários e um casal de clientes foram levados para a delegacia. Um deles desacatou os policiais durante a abordagem e será submetido a exame de corpo de delito, os demais foram ouvidos pela polícia e liberados em seguida.

A Vigilância Sanitária, que estava presente, autuou o estabelecimento e 62 pessoas que estavam sem máscara.

No último final de semana, a GCM recebeu mais de 100 denúncias de descumprimento de medidas restritivas, a maior parte referente a festas clandestinas, perturbação de sossego e funcionamento irregular de estabelecimentos comerciais.

O estado de São Paulo está desde o dia 15 na fase emergencial da quarentena, em que apenas serviços essenciais podem funcionar.

LEIA MAIS NOTÍCIAS

Brasil ultrapassa 24 milhões de doses de vacinas contra Covid-19 aplicadas

País tem UTIs lotadas e profissionais trabalhando além do limite, diz associação

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo: