Rio Grande do Sul libera funcionamento de comércio não essencial na véspera da Páscoa

Decisão foi tomada após "ponderações nos aspectos sanitários e econômicos"

Por: Marina Ponchio Gomes Ferreira | 01 abril - 18:03

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB-RS), anunciou nesta quinta-feira (1) que o comércio não essencial pode funcionar no estado no próximo sábado (3), véspera do feriado de Páscoa. 

De acordo com o governador, a medida foi tomada após “ponderações nos aspectos sanitários econômicos” e compensará o fechamento do comércio na Sexta-Feira Santa (2), outro feriado. No Rio Grande do Sul, atualmente o comércio pode funcionar apenas de segunda à sexta, até as 20h. 

Foto: Reprodução/ Agência Brasil

No comunicado, Eduardo Leite afirmou que a abertura será cuidadosa: “Estamos liberando o serviço essencial no próximo sábado, até as 20h, acolhendo um pedido dos setores ligados ao consumo da Páscoa. Vai ser uma abertura pontual, cuidadosa, seguindo todos os protocolos. De certa forma, vamos trocar a sexta do feriado pelo sábado.”

O governador anunciou também a prorrogação da restrição de horários para as atividades não essenciais até o dia 9 de abril. Até lá, os estabelecimentos não poderão funcionar das 20h e 5h. 

No estado, cada setor tem regras e horários de funcionamento diferentes. Os serviços essenciais só podem funcionar até às 20h em dias úteis, mas restaurantes são obrigados a fechar às 18h. 

Apesar do governador ressaltar que está acontecendo uma leve recuperação nos índices de contaminação do coronavírus no estado, os números ainda são absurdamente altos. Atualmente, 2620 pacientes estão internados em leitos de terapia intensiva (UTI).

LEIA MAIS

MPF alerta Queiroga sobre a falta de medicamentos do kit intubação no MS

Justiça Federal derruba liminar que decretava o fechamento do comércio não essencial no DF

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo: