Prefeitura de SP suspende contrato de obras no Vale do Anhangabaú em 120 dias

É a 7ª suspensão, desde entrega prevista para junho de 2020

Por: Aline Bueno Silvestre | 13 abril - 21:50

A prefeitura de São Paulo afirmou que suspendeu, pela 7ª vez, o contrato de reforma no Vale do Anhangabaú. Agora, a paralisação deve durar 120 dias.

Segundo a gestão do governo do prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), o espaço está pronto desde 30 de outubro. Porém, não justificaram porque ainda não foi entregue.

Prefeitura de SP suspende contrato de reformas no Vale do Anhangabaú

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

“A obra foi concluída em 30 de outubro de 2020, quando tiveram início os testes e ajustes finais para entrega definitiva e operação de todos os equipamentos, entre eles as fontes de água, em perfeito funcionamento”, disse nota administrativa do município.

A revitalização do lugar já teve 13 termos de aditamento entre o prefeito e o Consórcio Central. O valor estimado da obra era de R$80 milhões, e deveria ficar pronta em junho de 2020. Porém, a reforma já atingiu mais 32% do valor, chegando a R$105,6 milhões.

Os prazos de entrega

O primeiro prazo estava previsto para junho de 2020. Depois de atrasos, foi para 20 de setembro do mesmo ano. Pela terceira vez, a data foi alterada, indo para 30 de outubro.

O quarto atraso programou a entrega para 31 de dezembro de 2020. Após novos atrasos, um mês depois deveria ser entregue, em 31 de janeiro. A sexta data foi para 1º de abril desse ano. Por fim, o sétimo atraso ainda não tem data definida.

*Com informações do G1.

LEIA MAIS:

Justiça de São Paulo mantém suspensão de ‘carnaval digital’ de Covas

Covas publica programa de metas prometendo 90 km de faixas de ônibus e 49 mil moradias sociais

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você