Polícia fecha duas baladas clandestinas com mais de 200 pessoas aglomeradas na Grande SP

As ações na madrugada deste domingo (25) para encerrar festas na capital paulista e em Carapicuíba tiveram o apoio do Procon e da Vigilância Sanitária

Por: Marina Correa de Genaro | 25 abril - 13:28

Na madrugada deste domingo (25), a força-tarefa do governo estadual fechou duas baladas clandestinas com mais de 200 pessoas aglomeradas na capital e na Grande São Paulo.

Quase 50 pessoas foram flagradas sem máscara de proteção nesses locais.

festa Zona Sul de SP

Foto: Divulgação

 

Os responsáveis pelo estabelecimento na Zona Sul da cidade de São Paulo, e outro no município de Carapicuíba, foram autuados pelas autoridades por crimes contra a saúde pública.

 

Os frequentadores foram liberados e os organizadores das festas levados às delegacias, sendo autuados e liberados em seguida.

 

Além da polícia, o Procon e a Vigilância Sanitária integram o grupo de fiscalização. Os órgãos informaram ter encontrado 117 pessoas, 17 delas sem máscaras, na Rua Baronesa de Bela Vista.

 

E mais 100 frequentadores, 47 deles sem máscara de proteção na Estrada da Aldeinha, em Carapicuíba.

 

Durante a fase de transição, aglomerações de pessoas e eventos, como baladas, estão proibidos de funcionar. O plano estadual de reabertura prevê o funcionamento apenas de serviços essenciais e de outros estabelecimentos com regras específicas.

LEIA MAIS

Auxílio emergencial para nascidos em setembro começa a ser pago neste domingo

Explosão é registrada em empresa de oxigênio em Fortaleza e deixa, pelo menos, cinco feridos

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você