Pix pode virar uma “identidade digital” no futuro, diz presidente do Banco Central

Segundo Campos Neto, 7% da população brasileira já usa o serviço desde que foi lançado há três meses

Por: Gabrielle Gonçalves | 24 março - 20:56

Nesta quarta-feira (24), o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, declarou que o PIX, serviço de pagamento eletrônico e instantâneo, pode virar um tipo de identidade digital no futuro. Isto significa que, segundo as expectativas do presidente do BC, o PIX pode se tornar um meio de comprovar dados pessoais no universo digital.

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

A avaliação foi feita em um evento do Banco de Compensações Internacionais (BIS). A expectativa faz parte dos esforços do Banco Central em ampliar os serviços oferecidos pelo PIX. “Tudo conectado com sua vida no dia a dia será ligado ao PIX, assim como os serviços do governo. Então, há um potencial de se tornar uma identidade digital”, afirmou Campos Neto.

Além das transações, o serviço também permite que os usuários paguem impostos e outros serviços públicos. O presidente da instituição destacou que, desde o seu lançamento há três meses, o PIX já soma mais de 5 milhões de negócios e é usado por 7% da população brasileira.

Nesta semana, o Banco Central já havia anunciado novas funcionalidades para a plataforma. Agora, os usuários também podem integrar a lista de contatos do celular ao PIX, o que promete facilitar as transações.

“No Brasil, nós temos um crescimento grande de mídia social desenvolvendo instrumentos de pagamento”, acrescentou ele.

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você