Pela “grave crise sanitária” no país, aplicativo de transporte Cabify deixará o Brasil em 14 de junho

Companhia afirmou que a rentabilidade sofreu queda e revelou em redes sociais que deixará o Brasil

Por: Maria de Toledo Leite | 23 abril - 17:54

O aplicativo de transporte Cabify anunciou nesta sexta-feira (23) em suas redes sociais que a partir do dia 14 de junho irá finalizar suas atividades no Brasil. O aplicativo funcionava nas cidades de Belo Horizonte, Brasília, Campinas, Curitiba, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Santos e São Paulo. Usuários receberam aviso dizendo que ainda poderão fazer corridas até a data do encerramento.

A empresa enviou um comunicado ao G1 e mencionou o momento da pandemia que o Brasil enfrenta, dizendo que o mercado do país é afetado pela “grave situação sanitária do país e pela crise sócio-econômica local causada pela Covid”, o que dificulta a “criação de valor.” A Cabify também afirmou ter “um forte compromisso com a rentabilidade”, o que a levou a decidir encerrar o serviço no país.

No entanto, a empresa continuará funcionando em outros países da América Latina e na Espanha, onde foi fundada.”Todas as cidades da América Latina e da Espanha onde Cabify está presente mostram bons índices de recuperação em comparação com o nível de atividade anterior à pandemia.”

O aplicativo chegou ao Brasil em junho de 2016. Em 2017, o grupo Maxi Mobility, que é dona do Cabify, comprou a plataforma brasileira Easy Taxi, que foi incorporada ao app espanhol em 2019.

LEIA MAIS NOTÍCIAS:

Piora na pandemia leva Volkswagen a parar produção no Brasil

Toyota e Renault se juntam ao grupo de montadoras e suspendem produção no Brasil

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você