Mulher morre após ser agredida com marreta no metrô de São Paulo

O autor do crime foi internado sob escolta policial

Por: Bianca Antunes | 27 abril - 14:33

Na manhã desta segunda-feira (26), um homem de 55 anos foi preso em flagrante por tentativa de homicídio contra uma mulher dentro de um vagão do metrô na estação Sé, linha azul.

A passageira foi agredida com golpes de marreta e chegou a ser socorrida à Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, mas não resistiu aos ferimentos e morreu, segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP).

“A vítima não resistiu aos ferimentos e teve o óbito confirmado. O autor foi autuado em flagrante e segue internado, sob escolta policial. Assim que tiver alta, será encaminhado à unidade policial para encaminhamento ao sistema carcerário”, informou a Polícia Civil por meio de nota.

Segundo informações, os agentes de segurança do metrô ouviram confusão e correram ao local, onde foram informados que o homem havia agredido uma mulher com marretadas e ela estava desacordada no piso do vagão. O autor do crime foi internado sob escolta policial.

A assessoria do Metrô informou que o homem entrou em surto psicótico no vagão. Conforme depoimentos de passageiros, ele portava uma faca além da marreta que usou no crime. O homem disse aos agentes que toma remédio e ouviu vozes.

LEIA TAMBÉM:

Bilheterias do Metrô e da CPTM vão vender apenas bilhetes digitais até o final de maio

Prefeitura de SP distribuirá 30 mil marmitas diariamente à população vulnerável

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:


Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você